quarta-feira, 12 de julho de 2017

"You say goodbye, and I say hello"

Eu não vou dizer esquecer! Não vou forçar, abandonar, fugir, partir! Até porque tudo o que se força, agindo a vida em eco, ela também sabe imprimir mais força para que continue a chegar até nós. Para parar de resistir, ceder, perder a luta. Eu não vou culpar, atribuir factor externo a tudo aquilo que foi originado pela minha própria energia e vontade. Vou acreditar que serei digna de viver apenas congruentemente com tudo o que sinto. Com tudo o que sinta, legitimando-o. Não quero sensações densas e pesadas, mas o propósito é também senti-las para que possa harmonizar o que foi suave.  A dualidade é assim, está aí para te lembrar que o ar e a terra andam de mãos dadas e nunca será possível viver ou acreditar só em um. Tem que se viver os dois. Porque os erros, são assim chamados quando se cometem diversas vezes da mesma forma. E não, quando  sob a mesma forma, se abrem múltiplas perspectivas de o poderes vivenciar. Isso chama-se aprender com a vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário