segunda-feira, 5 de junho de 2017

Por Carlos Braz Saraiva

"Porque se diz que os não heróis não têm lugar na História, o medo do fracasso perpassa continuamente. Trata-se de uma perigosa armadilha, na medida em que perante o teste da realidade não existe nenhuma super-estrutura psicológica capaz de se alcandorar ao ponto de ultrapassar todas as fasquias sociais. Se não admitirmos escapatórias para as pequenas frustrações do quotidiano, próprias da condição humana, logo poderemos interpretar qualquer dissabor ou contratempo como uma humilhante derrota pessoal. E isto é confundir a árvore com a floresta. A parte com o todo."

Sem comentários:

Enviar um comentário