quarta-feira, 1 de março de 2017

30.000 chibatadas

Diz que de investigação o inferno está cheio, há uma panóplia de investigadores que pretendem descodificar variáveis e variantes, para descobrir a pólvora de um assunto já debatido, por debater ou mais que ultra debatido onde nunca cessam as novas percepções. Espremo - qual sumo de laranja - o gosto refinado da constatação objectiva e provida de cientificidade, mas o meu olhar é pessoal, esotérico, pirado, comunista, verdinho, digamos que muito possivelmente fofo e extremamente imbecil, entre outros atributos que me parece a ciência não compactuar. E agora, serei excluida por autosabotagem ou conseguirei ser mais competente para fazer a análise de contéudo de que pouco ou nada se sabe?

Sem comentários:

Enviar um comentário