sexta-feira, 9 de setembro de 2016


Ouvi algo a explodir por dentro.
Talvez possa chamar de amor próprio.

2 comentários:

  1. Opa adorei.
    Valia a pena que todos soubessem o que é isto. Se soubessem segurar ao amor próprio, à confiança, ao espaço para a dúvida humilde mas não auto-destrutiva.
    Adorei mesmo.
    Que brutal simplicidade.

    ResponderEliminar
  2. Ia sugerir a clareza de quem tu és na tua própria história e perceberes que não tens mais fidelidade,entrega,dedicação,compromisso e tempo a dar do que isso mesmo.

    ResponderEliminar