terça-feira, 30 de agosto de 2016

"Quando a mão da vida é pesada e não se escutam canções durante a noite, a única coisa que nos alivia é acreditar e confiar no amor. Então, mesmo nas piores circunstâncias, tudo se torna mais leve e algumas melodias surgem na escuridão - porque estamos a amar e a confiar nesse amor. Obrigado pelo meteorito que me enviou. Costumo tocá-lo e pensar que nas minhas mãos, está algo que veio de milhões, milhões de quilómetros de distância. Este precioso meteorito enche a minha imaginação e faz o infinito menos estranho à minha alma. Há momentos em que a vida, aparentemente sem significado, parece ter mil sentidos ao mesmo tempo. O nosso coração está em todos os lugares, sentamo-nos na beira do rio e bebemos as suas águas mais profundas. Percebemos que a água também tem sede, e nós estamos a bebê-la também.
Então somos um só com o Universo."
Kahlil Gibran

Sem comentários:

Enviar um comentário