sexta-feira, 15 de julho de 2016

"Numa ocasião, Buda reuniu os seus discípulos e deu-lhes um sermão muito breve, seguramente um dos mais significativos que alguma vez transmitiu um mestre. Limitou-se a dizer-lhes "Venham e vejam". Não lhes disse "venham e julguem" ou "venham e interpretem" ou "venham e suponham", ou ainda "venham e façam conjecturas". Não. Simplesmente, venham e vejam. Vejam o que é, liguem-se com o que há. Não com o que esperamos ou tememos ver, ou queremos imaginar que é, ou vemos através dos nossos filtros e do nosso condicionamento. Apenas, vem e olha."

Sem comentários:

Enviar um comentário