sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Carnaval carnaval
da intensa folia
de que me vou mascarar
para explodir em alegria?

Poderá ser de puta?
Tenho gosto nas separações!
E de furtar deliberadamente
a vida de outros corações.

Ou então de beata recatada
renegando com ironia
o prazer que adorava obter
mas que finjo com mestria.

E mascarar-me de um objecto
que seja tão útil quanto esquecido
será que não me estou a ocultar
nesse contéudo perdido?

Ou talvez algo encantador
onde desfile beleza e ego
para substituir todas as vezes
onde este ficou cego.

O que importa é que se abuse
de tudo aquilo de que não se é
para que a mascára caia
e ainda fiques de pé.

Sem comentários:

Enviar um comentário